Passeio Pedra Branca inaugura central de resíduos rumo à gestão “lixo zero”

Passeio Pedra Branca inaugura central de resíduos rumo à gestão “lixo zero”

O Passeio Pedra Branca conta com uma nova central de resíduos. Localizada na Rua dos Cardeais, a nova estrutura foi inaugurada no dia 20 de agosto e faz parte do Programa Passeio Lixo Zero e conta com o descarte de resíduos sólidos das operações internas do Passeio , além de equipamentos para armazenamento dos recicláveis, orgânicos, especiais, óleos e rejeitos.
Essa é umas ações previstas no   novo Plano de Gerenciamento de Resíduos Sólidos (PGRS) do Passeio Pedra Branca. Plano esse que inclui todas as metas a serem alcançadas para garantir o caminho rumo ao “Lixo Zero”, em que todos os resíduos gerados pelo público interno do Passeio Pedra Branca sigam para os destinos adequados. 
Na Gestão Lixo Zero não ocorre a geração do Lixo, que se caracteriza pela mistura de resíduos recicláveis, orgânicos e rejeitos. “O Passeio Pedra Branca assinou o compromisso Lixo Zero da Zero Waste International Alliance e operado pela Co. Circular – com o objetivo de até 2022 desviar somente 30% do total de resíduos sólidos gerados no Passeio Pedra Branca ao aterro sanitário”, revela Ana Bordin, Gestora do Passeio Pedra Branca, 
De acordo com Ana, para funcionar de forma eficiente, o Plano define, detalhadamente, as responsabilidades de todos, dos gestores, comerciantes e seus funcionários, até os prestadores de serviços, descrevendo todas as ações: geração, separação, acondicionamento, coleta, armazenamento, transporte e destinação final.

O plano será desenvolvido em três etapas, até o ano de 2022. Confira abaixo:

Etapa 1 – agosto/2021 (inauguração da nova doca): Todas as operações que geram resíduos orgânicos deverão separar, transportar e depositar nos contentores e bombonas indicadas para “resíduos orgânicos”;
Etapa 2 - novembro/2021: Os grandes geradores de resíduos orgânicos deverão separar e contratar empresa de coleta e tratamento (compostagem). (+ 200 litros/dia);
Etapa 3 – março/2022: TODOS os geradores de resíduos orgânicos deverão separar e contratar coletivamente, através da gestão do PPB, empresa de coleta e tratamento (compostagem).


Sobre o Programa
O Programa Passeio Lixo Zero surgiu da insatisfação dos gestores do Passeio Pedra Branca em relação a forma como estava sendo gerenciada a questão dos resíduos sólidos, da necessidade de melhoria da infraestrutura da doca de resíduos sólidos do empreendimento E, também, em atenção ao  Art. 28° da lei municipal n°4624/2018, de Palhoça, que determina que cabe aos grandes geradores de resíduos sólidos urbanos elaborarem seus Planos de Gerenciamento de Resíduos Sólidos - PGRS.
O primeiro passo foi a contração de uma consultoria especializada para elaborar o PGRS e apoiar o processo de implantação, considerando o público interno. O diagnóstico realizado mapeou esse público formado pelas 48 operações existentes, divididas em sete segmentos: 3 bares; 10 restaurantes; 6 doces e sobremesas; 2 cafés; 14 lojas de conveniências; 13 serviços; 2 escritórios; e a previsão de 14 novas lojas do Pátio Civitas. Nessa ação foram levantados dados sobre a quantidade e tipo de resíduos gerados, iniciativas existentes de coleta seletiva e infraestrutura disponível. O levantamento apontou que 2,3 toneladas de resíduos são geradas a cada dois dias, entre recicláveis secos recicláveis orgânicos rejeitos.

O PGRS, do qual o programa faz parte, indica as ações voltadas à sensibilização ambiental e os novos padrões de conduta a serem incorporados, define as metas a serem cumpridas e o cronograma e descreve as ações que envolvem:

  • minimizar a geração;
  • separar;
  • acondicionar;
  • coletar;
  • armazenar;
  • transportar;
  • promover a destinação final ambientalmente adequada. 

Comentários

Receba novidades do Passeio Pedra Branca: