1401 TEA transforma empresa e inaugura primeira franquia da marca no Passeio Pedra Branca

1401 TEA transforma empresa e inaugura primeira franquia da marca no Passeio Pedra Branca

Da falência à expansão. A 1401 TEA sofreu uma reviravolta nos últimos tempos: pouco depois de anunciar o fechamento da loja em função do impacto provocado pela pandemia do novo coronavírus, uma oportunidade surge, a empresa é reestruturada, cria uma fábrica e lança uma rede de franquias. A primeira unidade foi inaugurada há poucos meses na rua Portinari, 170, no Passeio Pedra Branca – mesmo local onde tudo começou, há quatro anos.

Na primavera de 2017, o Passeio Pedra Branca ampliava seu mix com um negócio que apresentava uma nova forma de consumir chá. Muito além das xícaras, a bebida estava também entre os ingredientes de drinks, bolos, tortas, sanduíches e até de pratos oferecidos durante o almoço. Essa inusitada e surpreendente experiência gastronômica era fruto da inovação de Larissa Ferrari – graduada em química e sommelier de chás - e de sua mãe, a chocolatier Jacqueline Ferrari, conhecida no mercado pela sua chocolateria Palha Della Nonna.

O sucesso foi imediato, motivando um reposicionamento e o desenvolvimento de uma identidade própria. E assim nasceu, em 2018, a marca 1401 TEA, que já vinha se firmando como destino imperdível para os apreciadores de chás e, também, de chocolates quentes e cafés especiais, bolos, tortas, sanduíches, brownie, geleias e pastas ‘da casa’, trufas no método belga, e opções de bolos zero farinha branca, a base de farinha de amêndoa e sem leite. No ano seguinte, a demanda crescente exigiu a ampliação do espaço e a realização de uma reforma, em novembro de 2019.

Os planos de reestruturação a partir da expectativa de crescimento, contudo, foram destruídos no ano seguinte. “A pandemia e a Covid-19 mudaram todo o cenário, nos desestabilizando em relação a quase tudo. Teríamos que rever toda entrega e o modelo do negócio, com delivery, embalagens novas e produtos que chegassem nos clientes de forma correta”, conta Jacqueline. Porém, sem capital de giro e recursos para investimentos, as empreendedoras decidiram fechar a loja. “O momento era muito incerto e arriscar seria suicídio. Informamos a todos os clientes que fecharíamos. Foi uma tristeza tamanha que nem consigo explicar....”, diz Larissa.

A oportunidade da virada

Quando tudo parecia ter terminado, mãe e filha são surpreendidas com uma chance de virada. “Aconteceu algo inexplicável. Um empresário de São Paulo nos procurou quase no fechamento da loja”, revela Jacqueline. A partir dessa oportunidade, a dupla retomou a ideia de formatação de uma rede de franquias – planejamento que havia sido iniciado em 2018 junto ao Sebrae Santa Catarina.

Assim, montaram uma fábrica para atender aos futuros franqueados, mantendo todos os produtos que já eram sucesso de vendas na antiga loja, e criaram uma linha de chás autorais, com blends novos elaborados pela sommelier da casa, a Larissa, em parceria com profissionais do SebraeTEC. E formataram a primeira franquia – com uma nova arquitetura, espaços aconchegantes e design moderno, mas mantendo o conceito e o ar místico que sempre fez parte da 1401.

A loja conta com área interna e externa e maior capacidade de atendimento, com 32 lugares no total. “O cardápio permaneceu quase igual. Aumentamos a demanda de chás, tortas para encomendas e bolos a base de farinha de amêndoa e zero açúcar também”, explica Jacqueline. Entre as novidades estão a cheesecake com farofa de amendoim, geleia a base de tâmara e chá de hibiscos com suco integral de uva – tudo criado por Jacqueline. 

Comentários

Receba novidades do Passeio Pedra Branca: